Suspeita de alergia fez Sophia criar pãozinho de legumes sem glúten.

Zero lactose e sem queijo, receita colorida é para quem gosta de saborear opções mais saudáveis no café da manhã e lanche da tarde.

A suspeita de alergia da filha fez Sophia Santana Zafalon Blanco Hasegawa preparar pãezinhos de legumes sem glúten para vender. A receita é zero lactose, não leva ovo e nem corante, deixou a vida da família mais colorida, e acabou ganhando o nome “Pãozim diquê”.

Sophia é funcionária pública, tem 32 anos e há sete meses se tornou mãe da pequena Haru, que nasceu na primavera. “Veio para florir nossas vidas. Quando tinha quatro meses, teve suspeita de alergia ao leite. A pediatra então orientou retirar da minha alimentação, o leite e derivados”.

A mãe relata que sempre foi amante do leite e seus derivados e no começo, era difícil não se alimentar de nada com lactose, principalmente queijo. “Fazia para consumo meu e da minha família, pão de queijo tradicional que aprendi com minha avó, congelava e ia assando”, recorda como era a rotina antes da suspeita.

Sem saída, ela passou a evitar o alimento e durante uma conversa com sua mãe, soube de uma receita diferente. “Me falou que assistiu na TV fazerem um pãozinho funcional, que é um pão de queijo sem queijo e disse que era roxo, a base de batata-doce roxa, de comer com os olhos. Anotou o preparo e me deu para testar”.

A ideia não era ruim e foi uma alternativa que Sophia poderia fazer para todos comerem sem medo. “Há dois meses pedi para meu marido comprar os ingredientes e fiz a primeira leva de pãozinho de batata-doce roxa. Amamos o resultado”.

Ela relata que o pãozinho é muito parecido com o pão de queijo tradicional, principalmente por conta da textura, formato e modo de assar. No entanto, a diferença está nos ingredientes. “É até mais fácil de fazer porque leva menos ingredientes. No lugar do queijo, leite e ovos, o principal é um alimento natural, sem processamentos, que a natureza nos dá, os legumes”, afirma.

Tem pãozinho na cor roxa, amarela, verde e rosa. (Foto: Marcos Maluf)
Após a primeira remessa dar certo, ela então realizou pesquisas para testar a receita com outros legumes e brincar com as cores, para deixar o pãozinho ainda mais atrativo e assim surgiu o sabor  de abóbora, batata-doce e espinafre, inhame e beterraba, além do gosto de mandioquinha.

“Fiz então o de mandioquinha-salsa, que fica muito igual o pão de queijo, amarelinho. Depois, fui testando outros legumes de cores diferentes e só fui ajustando a quantidade de ingredientes. Quando vi meu congelador estava um arco-íris”, conta.

Sobre o sabor, Sophia destaca que cada pãozinho tem um gosto único. “Uso pouco sal então o gosto do legume é mais predominante. Mas o sabor é mais neutro”, diz. “São veganos, feitos com ingredientes sem origem animal, apenas de legumes, polvilho azedo e doce, óleo de milho, sal marinho e muito carinho em cada bolinha”, completa.

Depois dos testes, Sophia decidiu apostar na produção para vendas. “Meu marido estava com o contrato suspenso, salário reduzido, então resolvi usar os conhecimentos técnicos dele com manipulação de alimentos e propus fazermos para vender. Ele topou, ajustou a operação com as normas de segurança e minha rede de apoio, que é minha mãe, topou emprestar a cozinha e ficar com a bebê para produzirmos”.

A divulgação das vendas foi anunciada no fim de semana passado, entre os grupos de amigos e vizinhos e não demorou muito para surgir as encomendas. “Como começamos agora, o pacote sortido com os cinco sabores é o que mais tem sido pedido. Eu também indico o sortido para ver qual gostam mais. Mas meu preferido e de minha família é o de abóbora”.

Tempo depois, a suspeita de alergia ao leite da filha foi descartada. No entanto, serviu para a família descobrir outros caminhos na alimentação. “Sempre buscando algo saudável para comer sem culpa e atualmente é o amarelo-claro de mandioquinha-salsa, o verde de batata-doce com espinafre, rosa de inhame com beterraba, roxo de batata-doce roxa e a última tentativa foi a cor alaranjada com cenoura e abóbora, que no final ficou amarelo mais forte. No fim deixei somente a abóbora”.

Agora, Sophia também está testando outros sabores mais fortes, como bacon de soja, azeitona preta, tomate seco com manjericão e alguns doces. Para quem quiser experimentar os pãezinhos, ela vende por encomenda num pacote de 500 gramas e a pessoa pode escolher se deseja apenas um sabor ou sortidos.

É uma opção para comer no café da manhã ou no lanche da tarde, pois é saudável, nutritivo e colorido. “Depois de assado, fica crocante por fora e macio por dentro, puxa-puxa igual pão de queijo”, finaliza Sophia.

Serviço – As encomendas podem ser feitas pelo WhatsApp (67) 9 9952-5249.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *