SALÕES, ACADEMIAS E CLÍNICAS PODEM ABRIR EM HORÁRIO DIFERENTE AO DO VAREJO.

Quem trabalha no setor de serviço, como salão de beleza, lava a jato, clínica de estética ou academia de ginástica, não se enquadra no novo horário de funcionamento estabelecido pelo decreto restritivo da prefeitura de Campo Grande. Porém, está sujeito às penalidades como interdição do local ou cassação do alvará caso desrespeitem o toque de recolher.

O decreto 14.380 de 14 de julho de 2020 entrará em vigor no dia 18 até 31 de julho. Neste período, de segunda a sexta-feira, comércio varejista e atacadista de rua deverão funcionar das 9h às 17h, ou seja, fechando uma hora mais cedo que o regular. Aos finais de semana, devem permanecer fechados, salvo os que se enquadram como serviço essencial. (veja lista abaixo)

Para as outras atividades que não se enquadram no comércio varejista ou atacadista, o funcionamento está liberado a partir das 5h até 20h. Porém, se extrapolarem o horário previsto para fechamento, que é o do início do toque de recolher, também estarão sujeitos às penalidades previstas no decreto.

Por isso, podem ser interditados por período de 3 dias na primeira ocorrência, 7 dias na reincidência e até cassação a partir da terceira infração.

Todos os estabelecimentos comerciais sejam de serviço, varejista ou atacadista, devem respeitar o limite de lotação máxima de 30% da capacidade e as demais restrições sanitárias já previstas anteriormente, como distanciamento, uso de álcool em gel e máscara. No caso de restaurantes, lanchonetes e padarias fica vedada a junção de mesas e a ocupação máxima será de até 6 pessoas por mesa. Aos finais de semana, bares e restaurante devem permanecer fechados, sendo permitido somente o sistema delivery.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *