Taxa de isolamento social melhora, mas Capital ainda é epicentro da covid-19 no Estado.

Taxa estava em 33% até sexta-feira; ontem houve acréscimo de 10%

Campo Grande e Corumbá são apontadas como epicentro da covid-19 em Mato Grosso do Sul. Foram 3 novas mortes e 224 casos confirmados só na Capital.

“São as principais preocupações que temos hoje no Mato Grosso do Sul, precisamos quebrar essa corrente de transmissão, só vamos fazer se tivermos todas equipes atuando em conjunto”, lembrou o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende.

Além do mais, ele pontuou uma melhora no índice de isolamento social na Cidade Morena após endurecimento das medidas preventivas.

“A média de Campo Grande até sexta-feira girava em torno 33% taxa de isolamento, com as medidas tomadas pela gestão municipal, ontem 43%, houve um acréscimo significativo, mas precisamos atingir pelo menos 60%”, reforçou.

“Venho pedir mais uma vez, que a gente possa contribuir com isolamento social. Vamos avançar, dar munições aos municípios para vencermos o coronavírus”, finalizou.

Desde o início da pandemia foram 84.800 mil casos notificados, sendo 60.304 descartados, 5.781 casos encerrados, 2.312 em análise, 16.403 confirmados e 222 óbitos.

Dos 397 novos casos, 224 em Campo Grande e 51 em Corumbá, que se tornaram epicentro da doença em Mato Grosso do Sul.

Conforme o boletim, 4.961 pacientes estão em isolamento social, 10.865 já foram recuperados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *