Os condomínios residenciais Jardim Aero Rancho 7 e 8 estavam previstos para serem inaugurados em fevereiro, mas obras ainda continuam.

À espera de 400 famílias em condomínio, moradores do Aero Rancho acreditam em ‘boom’ no comércio. Previsto para ser inaugurado em fevereiro, o novo condomínio de moradias populares no Jardim Aero Rancho, bairro mais populoso de Campo Grande, ainda segue em obras e gera expectativa para quem prevê um ‘boom’ no comércio da região. Serão 448 apartamentos entregues para famílias de baixa renda.

A expectativa de quem movimenta a economia nas redondezas é que o fluxo de vendas cresça com a chegada das mais de 400 famílias no bairro. Essa é a ralidade de Rodrigo Gomes Maciel, de 41 anos, que abriu uma conveniência próxima ao condomínio na esperança de vender para a população local.

“A ideia era abrir o comércio em março, mas por conta da pandemia, decidi adiar. Abri a conveniência na última sexta-feira [17 de julho] e um dos motivos para abrir nesse ponto, foi pelo condomínio”, comentou o comerciante.

Rodrigo veio do interior, da cidade de Anastácio, para apostar nos investimentos na Capital. “Pelo meu segmento, queria um lugar do povão e escolhi essa região justamente pelo fluxo de pessoas. Quando ficar pronto [o condomínio] vai ser muito bom. Aonde tem bebida, arroz e feijão, em um horário que não é comercial, as pessoas procuram”, comentou.

Investimentos no negócio

Proprietário de um mercado na Avenida Campestre, próximo ao residencial Jardim Aero Rancho, o comerciante José Lopes, de 55 anos, disse que tem o estabelecimento há 6 anos e acredita que quando as novas famílias se mudarem para o bairro, ele deverá investir na ampliação do estoque.

“Acho que vai melhorar, vai vir muitas famílias para cá. No momento estamos seguindo normal com o estoque, mas quando começar as mudanças, vamos precisar avaliar o que pode ser mudado. O fluxo vai aumentar, com certeza, vai fazer girar e vai melhorar bastante para todos da redondeza”, disse José.

Visando ampliar o espaço e se aproximar do condomínio, João Vitor, que é filho do dono de uma casa de ração na Avenida Graciliano Ramos, disse que a família decidiu se mudar para um salão mais próximo do residencial e com espaço maior.

“Atualmente, estamos há umas três quadras da Thrison de Almeida [onde é o condomínio] e dentro de duas semanas, vamos nos mudar para mais perto desse residencial. Pretendemos mudar para um salão maior e mais próximo. Já estávamos precisando de mais espaço e uma coisa ajudou a outra”, disse o jovem.

Os residenciais Jardim Aero Rancho 7 e 8 estão previstos para serem finalizados ainda neste ano pela Agehab (Agência Estadual de Habitação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *