Cometa que só aparece em 6,8 mil anos pode ser visto a partir deste domingo em MS

O cometa Neowise está visível no céu desde 23 de julho, nas regiões do Norte e Nordeste

A partir deste domingo (26), os sul-mato-grossenses poderão ver o cometa Neowise, que passa a cada 6.765 anos pela órbita terrestre. O fenômeno raro que poderá ser visto dos céus de Mato Grosso do Sul, foi descoberto pela Nasa ((Agência Espacial Norte-Americana).

No hemisfério norte, o fenômeno tem causado um espetáculo natural nos céus e rendido de fotos incríveis. Então, a expectativa é de que no Brasil o resultado seja parecido e que rendam boas experiências aqui no MS.

De acordo com o astrofísico e pesquisador da USP (Universidade de São Paulo), André Zamorano Vitorelli, o cometa já está visível para o Norte e Nordeste do país desde 23 de julho.  “O cometa C/2020 F3 NEOWISE deve ficar visível em todo o país a partir do dia 26”, garantiu.

Em 23 de julho foi o dia em que o cometa mais se aproximou da Terra, possibilitando melhor visualização a 103 milhões de quilômetros de distância. Então, mesmo que tenha a data para ser visível no Estado, as condições climáticas são o que garantem uma experiência melhor.

Moradores do interior devem conseguir aproveitar mais o cometa Neowise, pois cidades com muita interferência de luzes tendem a dificultar a visualização do fenômeno. Assim, neste caso, a melhor chance de observar o Neowise é com um telescópio.

Quem não tiver um telescópio em casa, pode tentar utilizar um binóculo para facilitar a visualização. Por  fim, mesmo de casa, olhe para o céu e tente aproveitar o fenômeno, pois esta é uma chance única de ver o Neowise com os próprios olhos. Isso devido a demora para um novo aparecimento acontecer, que será só daqui a aproximadamente 6.765 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *