Em terminal, ônibus não sai lotado e medo caminha com passageiros

Os raios de sol ainda nem cortaram o céu de Campo Grande, faltam 20 minutos para às 6h da manhã, e o Terminal Bandeirantes já está lotado. Apesar da quantidade de gente no local, paira certo silêncio no ar, as pessoas andam sem falar muito, sem gesticular, assim como permanecem na fila. De manhã, tudo é diferente.

O ônibus da linha 080 dirigido por Eduardo Pompeu chega pouco depois das 6h vindo do Terminal Aero Rancho. O coletivo já está relativamente cheio, podendo receber só mais alguns passageiros. Aos que esperam na metade do final da fila, a certeza de que aquela ainda não é hora de embarcar. Um fiscal entra primeiro no ônibus, faz a contagem, permite que alguns da fila entrem e depois cessa o andamento.

Aquele ônibus já está com lotação máxima, de 30 passageiros sentados e sete em pé, como determina o decreto municipal que estabeleceu regras para atenuar o impacto do coronavírus.

Conversamos brevemente com o motorista, que disse não encontrar resistência da população em respeitar o decreto. “Eu tive problema uma vez só nesses meses com um rapaz que não poderia entrar porque já estava com ônibus lotado, mas que insistiu para subir. Mas logo fiz ele entender que não podia, que ele estava atrapalhando os outros usuários, e ele desistiu”, lembra Eduardo.

Todos no ônibus usavam máscara, muitos carregavam álcool em gel, mas nenhum passageiro carregava a confiança de que estavam seguros.

One Reply to “Em terminal, ônibus não sai lotado e medo caminha com passageiros”

  1. Eu tô gostando como está, apesar de as vezes não conseguir entrar no ônibus, mais acho que é assim mesmo que deve ser, só tem um problema, os ônibus dos bairros que vão pro centro, na volta muitas pessoas que vai descer no terminal aero rancho ao invés de pegar o ônibus 080 eles entram no ônibus que vem para os bairros quando chega no terminal bandeirante a gente que vai pro bairro não consegue entrar, um exemplo o Caiobá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *