Prefeitura estuda “lei seca” no fim de semana.

Se o “lockdown de fim de semana” não resolveu, a prefeitura de Campo Grande avalia proibir a venda de bebida alcoólica de sexta-feira à noite até o domingo, como forma de tentar conter a violência atribuída às reuniões regadas a bebedeira, que provocam internações nos hospitais e pioram ainda mais a crise no atendimento de saúde, já no limite com os casos de covid-19.

A informação foi dada pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), depois de reunião nesta manhã com o grupo criado pela prefeitura para avaliar medidas de enfrentamento à pandemia de covid-19.

A doença já tem mais de 9 mil casos na cidade e matou 108 pessoas, conforme o boletim mais atualizado. Ainda assim, todas as providências adotadas até agora, afirmou o prefeito, foram insuficientes para conter as pessoas, seja em aglomerações públicas ou em reuniões particulares. “Encontramos 7 campos de futebol com jogos no fim de semana”, exemplificou o prefeito.

O consumo de álcool, identifica o grupo responsável pela avaliação, segundo Marquinhos relatou, acaba por ser vetor de casos de violência, seja no trânsito, seja dentro das casas, com a violência doméstica ou em brigas por assuntos banais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *