Defensoria pede pra “fechar” Campo Grande por 14 dias.

Petição foi protocolada na Justiça e pede lockdown por duas semanas.

A Defensoria Pública-Geral de Mato Grosso do Sul entrou na Justiça para que a prefeitura decrete lockdown por 14 dias em Campo Grande. Na ação, o órgão recorda os decretos municipais anteriores que surtiram efeito no avanço do novo coronavírus na cidade.

“Notadamente na segunda quinzena do mês de março e início do mês de abril de 2020, que coincidem com as medidas mais restritivas à circulação das pessoas e ao funcionamento do comércio em geral, o Município de Campo Grande conseguiu sucesso em conter a disseminação desenfreada do novo coronavírus, mesmo considerando a transmissão comunitária”, consta na ação onde a Defensoria emenda que “o problema é que depois disso o Município começou a flexibilizar cada vez mais as restrições iniciais”.

Entre as sustentações, o órgão ainda usou o direcionamento do programa Prosseguir, instituído pelo Estado para dar parâmetros aos municípios de acordo com o grau de gravidade, que classificou a Campo Grande em nível crítico.

No documento, a defensoria pede tutela de urgência e que a Justiça determine que o município decrete lockdown em 48 horas, a partir da decisão.

Leia a petição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *