Três dias após crime, suspeita de matar Karolzinha se apresenta à polícia

Nayara Francine Nóbrega, 22 anos, principal suspeita pela morte de Carolina Leandro Souto, 23 anos, conhecida como Karolzinha, se apresentou às 9h42 desta quinta-feira (3) na 5ª Delegacia de Polícia Civil, acompanhada por um advogado. Ela não quis falar com a imprensa.

Carolina foi morta com quatro tiros no fim da manhã de segunda-feira (31), quando estava sentada com as amigas em frente da casa onde vivia, na Rua Independente, no Jardim Aero Rancho, próximo a um campo de futebol. Ela chegou a ser socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para a UBS (Unidade Básica de Saúde) da região, mas não resistiu.

Segundo o delegado Gustavo de Oliveira Bueno Vieira, da 5ª Delegacia de Polícia Civil, após o fato equipes de investigação passaram o dia nas ruas colhendo informações sobre o crime e uma testemunha foi ouvida. Nayara, que morava na rua da casa de Carolina, foi apontada por vizinhos como autora do assassinato.

“Trabalhamos com várias linhas de investigação e uma delas é o crime passional. Estamos coletando todas as informações possíveis para saber o que tem por trás desse crime, a motivação e se tem mais alguém envolvido”, disse o delegado.

Fonte:campograndenews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *