O Novo perfil do Professor?

Com ou sem ferramentas digitais, o esforço para dar seguimento à uma educação de qualidade em meio às incertezas, tem sido fundamental para que o setor não parasse em definitivo. Com a chegada da pandemia do Covid-19, a rotina de muitos professores da rede privada ou pública de ensino em todo o país, passou por um amplo processo de transformação, seja na maneira de ensinar os alunos, seja no desafio de encarar as câmeras e as transmissões pela primeira vez, na dificuldade ao lidar com o distanciamento dos alunos ou até mesmo na maneira de encontrar inovações educacionais para o contexto atual.

Com ou sem ferramentas digitais, o esforço para dar seguimento à uma educação de qualidade em meio às incertezas, tem sido fundamental para que o setor não parasse em definitivo. Mesmo que diante das dificuldades tecnológicas encontradas por alunos e educadores, devido às questões de internet de boa qualidade ou até mesmo de acesso a um computador, a educação, a maneira mais eficazes de transformar uma sociedade e de criar raízes fecundas para o aprendizado.

Em conversa com alguns professores que ministram aula com foco em pré-vestibulares, existem cinco práticas fundamentais que fazem parte do dia a dia de um educador. Segundo ele, estas dicas também são os pilares para quem sonha em exercer esta nobre profissão no futuro. Quer saber mais? Confira, a seguir:

1 – TER ALTERIDADE

Saber compreender o universo e as particularidades de cada aluno para construir uma relação saudável e produtiva. Sem dúvidas, esse é o maior desafio.

2 – SER IMPARCIAL

Muitas vezes nos deparamos com conflitos em sala de aula entre os próprios alunos ou entre alunos e outros profissionais da escola. Na maior parte das vezes é necessário interferir de modo imparcial, para não correr o risco de ganhar um e perder o outro. Além disso, os problemas pessoais do professor não podem ser transferidos para os alunos. Não tem como colocar os problemas pessoais no bolso ao entrar na sala, mas é preciso fazer o melhor, mesmo nos maus momentos.

3 – BUSCA INSISTENTE PELA INOVAÇÃO

A cada ano o professor está mais velho e os alunos permanecem na mesma idade. Ficar estagnado é o mesmo que andar para trás. É preciso estar atendo as novidades e reinventar suas estratégias o tempo todo. Nada de ficar preso àquela velha pastinha com as aulas prontas, como se ali tivesse tudo que é necessário. Seja criativo!

4 – SER RESILIENTE

Ninguém acerta o tempo todo. Principalmente, quando lidamos com seres humanos, pois, não existem fórmulas para obter êxito. Tudo muda de um para o outro. Muitas vezes ouvimos o que não queremos e agimos como não devíamos. É importante evitar cometer os mesmos erros com frequência. E pedir perdão, caso tenha cometido.

5 – COMPROMISSO

Ser professor não é só dar aula. Existe uma carga de trabalho extensa. Estudar o assunto, preparar a aula, dar a aula, tirar dúvidas, aplicar exercícios e provas, corrigi-las e entregar as notas. Fora todos os relatórios, atendimentos, listas de presença e demais documentos. Sem comprometimento e seriedade, isso não é possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *